terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Só Teu

Não me dê razões para lhe odiar
Meu coração padece sabendo que você não está
Escrevo-te esta, e muitas outras centenas de cartas,
Implorando, incansavelmente, para voltar para casa.

Sei que não as lê
Sei também que morrerei de tanto sofrer
Querida minha, a tantas coisas que quero lhe dizer
Mas este papel jamais será despido pelos seus olhos,
Que guardam tantos remorsos, não importa o quanto eu te implore.

Eu agora escrevo sem nenhuma esperança
Apenas para sobreviver por entre as semanas
A corda está bem ali,
E aquela cadeira que a muito tempo meu pai veio a construir
Tudo que preciso fazer é subir e pôr um fim
Meu amor, ainda pensas em mim?

Jamais mentirei para você
Minhas lágrimas hoje me dizem,
Que nunca conseguirei te esquecer
E, como uma rosa sem uma gota para se refrescar,
Meus dedos, meus lábios, começaram a se ressecar
Meus olhos estão pesados
Temo que jamais conseguirão ver se cabelo enfeitado.

Estarei lhe enviando esta carta não como adeus
Apenas para que saiba
Que meu amor é somente teu.

Em Um Sonho

Em um sonho eu me vi voando
Montanhas e planícies eu estava viajando
Com apenas o cobertor como manto,
Me sentia o ser mais invencível
Eu dominava o próprio oceano
Eu era capaz de fazer até mesmo o impossível
Naquele sonho eu estava verdadeiramente livre
Podia viajar por entre os dois planos.

Com pouco mais de um metro e oitenta,
Eu me sentia como o Golias,
Possuía uma força imensa
Como Buda, minha mente tornou-se serena, única
Eu podia segurar em minhas mãos a luz do dia
Meus pensamentos e sentimentos, se misturavam,
Em uma grande orgia.

Não existia o dia, nem mesmo a noite
Eu me sentia afoito,
A criatividade viajava por entre meu sangue
Dutos e esgotos de imaginação
A cada rua que virava,
Eu me deparava com deusas usando coroas de louro,
E ao me beijarem, roubavam meu sopro
Não havia fim para aquele prazer
Assim como o LSD, eu estava ficando louco
E, a cada toque do vento em meus ombros,
Me sentia cada vez mais leve, solto.

Simplesmente ao fechar meus olhos,
Com meu corpo parado, eu fui levado
Meus sentidos permaneciam sóbrios
Se me despencava no sonho, meu corpo era despencado
Mas pudera eu ser capaz de levar meu corpo junto
Não retornar jamais, ficar para sempre lá
Naquele belo lugarzinho encantado, um belo mundo.

Havia um campo de girassóis
Vincent estava criando uma nova tela
E as estrelas brilhavam sobre nós
E de uma simples e frágil pétala da única rosa,
Eu escutei uma humilde e pura nota,
Que até acordado eu me lembro
E em meus ouvidos ela sopra.

Uma sinfonia perseguia os minutos
Eu sabia que estava sonhando, mas não pude dizer,
Eu estava totalmente mudo
Mas, eu também gostaria de lá permanecer
Mas, infelizmente, eu vivo em um mundo sujo
E eu havia criado aquele mundo fantástico,
Deitado em repouso no escuro
E, assim que a luz tocasse em minha pele,
Tudo não passaria de uma ilusão de um menino burro.

Ao abrir meus olhos eu vi e chorei
Pois não passava de apenas um sonho
Me enganei.

sábado, 13 de janeiro de 2018

Mufasa

Pai, tudo bem com o senhor?
Ainda está sentindo aquela grande dor?
Te imploro para que resista, por favor
Não estou pronto para me despedir
Eu quero que o senhor fique sempre aqui,
Perto de mim, para minha vida ser feliz.

Veja, pai, eu comprei um carro
Não é da Hyundai, mas está bem cuidado
Gostei mais do G5 do que do G4
Te prometi que ele nos ajudaria
Logo eu te levarei para a casa de minha tia,
Fazer uma pequena visita a sua família
Então só peço que sorria mais para a vida
Sei que é difícil, mas não baixe sua autoestima.

Às vezes te vejo reclamando,
Em como o seu corpo está falhando
Não sabes o quanto me entristeço
Gostaria que Deus lhe desse um conserto
Se você e minha mãe ganhassem a vida eterna,
Meu mundo estaria perfeito.

Eu ainda não consegui te agradecer
O tempo que você lutou, trabalhou
E acredito que nunca irei poder
O suor do seu trabalho reflete nos calos em suas mãos
Já deixo a ti, quem me criou, minha profunda admiração.

Pai, eu superei as desventuras do amor
Mas não sei se aguentarei,
Quando o senhor se for
Não há um curso para me preparar
Busco então, apenas aproveitar o tempo,
E te abraçar, guardar os momentos
A sua partida às vezes assombra em meus pensamentos
Tento não pensar tanto,
Pois sempre acabo em prantos
Minha irmã se foi, mas eu ainda estou aqui
Vou fazer de tudo para fazer o senhor sorrir
E eu digo a ti, meu pai,
Que desta terra, tu és um tesouro nacional
E nunca esquecerei dos seus ensinamentos, jamais
Aqui escrevo esse agradecimento especial
De um filho sem talento algum, mas com amor incondicional.

Assim como Simba, sou apenas um jovem, que tropeça sobre a linha
Oh, pai, Mufasa, tu que me orienta em minha trilha
O que será de mim sem a estrela que me guia?

Os dias passam e as dores te abraçam
Escrevo aqui um simples, mas importante recado
E quando o senhor se despedir,
Farei uma estátua a sua imagem, de barro
Mas quero também poder me expressar
Muito obrigado por estar me ajudando
Boa noite, pai
Até lá, leia, é teu filho que está falando.

Dramas No Papel

Eu estava pensando o quanto estava apaixonado
Nos encontrávamos uma vez na semana
E ficávamos juntos uma hora no máximo
Eu aproveitava cada abraço, e hoje essa história me assombra.

Eu me vi, logo depois, em um novo circo
Me vi acompanhado por uma nova dama,
Ela era minha dona e eu seu mico
Tentei fazê-la suportar seus dramas
Escutei uma vez que era eu quem dava a ela os sorrisos
Tentei meu melhor, nos víamos na praça onde tocava o samba
Um dia, porém, ela me deixou sozinho,
E meu coração foi arremessado para a lata de lixo.

No decorrer do tempo, busquei repostas
Mas depois procurei me manter calmo como um monge
Não queria deixar minhas feridas expostas
Então meus pensamentos foram para bem longe
Onde nenhuma flor pudesse tocar minhas costas
Quando voltei, trouxe comigo respostas sem perguntas,
E no celular eu olhava as fotos das duas
Foi difícil superar essas perdas, que pareciam sepulturas,
Prontas para arrastar minha vida e mergulha-la em pura tortura.

Fui abatido neste meio tempo
Ferido em combate
Estava longe de estar cem por cento,
Mas continuei, levei, e continuo aprendendo,
E vendo o que realmente é importante, e verdadeiro no momento.

Por conta da distância,
Senti muita saudade da mais nova
Afinal, nossas casas são de ruas próximas
No fundo eu mantive a esperança nossa
Me alegro em poder, ao menos, dizer que resisti
Foram muitos os momentos que pensava nela,
E isso estava me deixando infeliz
Mas, graças ao tempo, e ao isolamento,
Consegui esquecê-la, mas ainda guardo os velhos pensamentos.

Me deixei ser levado pelo desconhecido
Fui alertado, mas já estava demasiado envolvido
A minha queda foi como a de Ícaro
Logo depois, fui levado pelo rio Nilo
E acabei me aprisionando em um lugar frio,
Que muitos chamam de terra dos desiludidos
Onde a escuridão se torna o melhor amigo,
E o ar livre transforma-se em um verdadeiro perigo.

Com alguns textos líricos,
Consegui me desprender daquele mundo sombrio
Me vi de frente para os meus vícios,
E percebi que eles eram meus verdadeiros inimigos
Agora tento me distanciar deles
Estou buscando melhorar nestes meses.

2018 já está aqui
E não o comecei feliz,
Mas agora estou a sorrir.

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Depois Que Te Perdi

Ontem à noite eu sonhei com você
Pensei que já tinha te esquecido
Mas, de suas lembranças não consigo me abster
Em pensamentos eu guardei mais que seu nome
Me lembro do seu aroma doce
E é difícil dormir sozinho nas frias noites.

Eu não tive a oportunidade de usufruir
Você levou suas roupas e desistiu de mim
Eu pensei em te seguir, pedir para voltar
Mas sei que não iria me dizer sim,
E eu provavelmente começaria a chorar
Não sei se meu erro foi as constantes ausências,
Ou a minha frágil paciência
Gostaria de poder, ao menos, me desculpar
Mas você realmente fugiu de mim, e veio a se mudar
Não sei onde você está, mas não tema,
Não irei te procurar, te deixarei em paz.

A saudade que antes era fraca, hoje me arrasa
Pensei que poderia evita-la, mas meu plano foi-se pela estrada
Comecei a pensar que jamais encontraria alguém especial
Mas este pensamento se virou sendo apenas normal
Porém, ainda não estou pronto para me aventurar,
Os pedaços do meu coração preciso colocar no lugar
Eu estou chorando para as paredes, estou me expondo
Apenas para expulsar a dor que está me martirizando
Um dia melhor eu estou esperando, implorando
Quem sabe eu tenha cometido um engano?

A culpa é tão pesada
Minha tristeza por te perder me impede de sair de casa
Se ainda fosse possível, te pediria por outra chance
Mas talvez há lógica em não ter, pois não seria como antes
A desconfiança provavelmente iria nos atrapalhar,
E não teríamos mais aquele clima de romance.

Gostaria de pedir desculpas,
Mas agora somente a parede me escuta
O que faria o poeta se este perdesse sua musa?
Eu perdi o brilho que vinha da Lua
Ah se você pudesse escutar minhas súplicas,
E voltasse para cá, mas sei que a situação nãos seria justa
Se errei, e eu sei, devo arcar e sofrer
Aqui quero apenas escrever que sei que te magoei
Desculpe não ter sido seu príncipe,
Saiba que eu queria mesmo ser.

Sigo meu caminho, agora vazio
Você levou seu perfume, seu brilho, seu sorriso
Hoje o mundo que vejo é diferente
Não vivo como antes, sou apenas um ser ambulante
Às vezes deixo cair lágrimas desobedientes, quando lembro da gente
É impossível não despencar,
Quando olho ao meu redor e vejo que você não está
Às vezes é difícil encontrar um motivo para continuar
O meu coração está tão frio, que logo estará no açougue
O que me alegra é os sonhos que tenho a noite.

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Meu Desprezo Por Você

Mostre com seus olhos que você me quer
Não minta para o seu coração,
Porém ficou no passado, sou um qualquer
Foi bom enquanto durou,
Foi bom enquanto sentíamos amor
Mas agora, tudo acabou
Vamos seguir, a nossa vida apenas começou
Não chore, não vai adiantar,
Não implore, minha mente não vai mudar
Agora me ama, mas antes só me ignorava
Agora me chama, mas não atenderei sua chamada
Eu me declarei, me dediquei para te agradar
Por fim me magoei, então me afastei para não me machucar
Diga que estou errado, diga que fui falso
Não vou participar do seu teatro, estou cansado
Deixarei nossos erros no passado
Já não quero pensar mais em você,
Quero te esquecer, não quero ter lembranças quando amanhecer
Um dia talvez você consiga entender o porquê.

Espero que você também me esqueça
Não quero ter que escutar falsas ofensas
Você sabe que errou, e eu também errei,
Você se magoou, eu me magoei
Qual é o sentindo de continuarmos juntos,
Se não nos amamos lá no fundo?
Eu acredito que o melhor é não sermos mais um casal,
Somos adultos, eu sinto que o melhor é desistirmos do nosso mundo.

O tempo que gastamos tentando nos agradar foi em vão
Eu estava cego, achei que o que eu sentia era a tal paixão
Me enganei, me deixei levar por um sentimento falso
Fui mal-amado, às vezes ignorado por causa de sua antipatia,
Sua ignorância, seu complexo de patricinha
Sei que não irá concordar, é claro, mas este é um fato
Fique à vontade para fugir dessa verdade,
Não vou correr atrás para te fazer enxergar, não sou mais o seu palhaço
Não irei tentar fazer você sorrir,
Deixarei isso para o próximo que ocupar meu lugar, não importa quem irá vir
Só sei que meus esforços para te mostrar um pouco de humildade foram gastos
Posso apenas esperar que você entenda algum dia que o mundo é vasto,
E que existe muitas pessoas que bateram a cara contra o concreto do descaso
Que o mundo não gira em torno de pessoas que pensam serem superiores,
Ei, recomendo que comece a se acostumar, para não sofrer muitas dores.

Junto a minha sombra eu levarei as magoas de antes
Amanda, talvez eu esteja fazendo tudo errado,
Mas contigo eu sentia que meu amor estava sendo desperdiçado
Eu escrevi para você tantos textos apaixonados,
Que não me lembro qual foi o mais debochado
O meu lado sentimental ainda sente falta do seu abraço,
Mas, o meu emocional foi desmoronado
Não sei ainda se te entregarei este texto
Caso você não chegue a ler, aqui estou te dedicando, sem prazer
Deixo aqui o meu mais profundo desprezo
Mas também te dou algumas palavras que tenho, e guardo com respeito
O amanhã será diferente, pois você estará ausente
Para o mal ou para o bem.

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Do Vento Ao Tempo

Tempo, eu peço mais um pouco de tempo
Estou te dizendo, me dê mais tempo
Vivo cada momento, mas preciso de mais um tempo
O vento sopra em meu rosto, e sinto um sentimento perfeito
Não corra contra mim, sou seu amigo, sou sim
Me faça enxergar além do céu,
Me faça acreditar que o mundo não é tão cruel
Eu preciso de mais tempo, tempo, porém
O amor que tive tem que passar
Minha jornada precisa melhorar,
Mas, para que isso aconteça, preciso de ajuda
Se não, eu acabarei na mesma
Me presenteie com mais alguns minutos
Este será o suficiente para entregar a quem amo, o mundo.

Tempo, falta muito para eu estar cem por cento
Prelúdios estou tendo, meu fim estou vendo, me ajude
Estou rodeado por abutres, o que posso fazer, eu não sei
Tenho medo de me perder, por isso preciso de você
Dizem que você cura a dor,
Dizem que você amadurece o pensador
Quero ser mais uma testemunha do seu poder
Quer poder viver mais um pouco,
Quero dizer com prazer que amo viver
Me conceda mais um pouco de tempo
Você sabe que me falta pouco tempo
Estou sentindo, a morte está me perseguindo
Me corpo está sofrendo, está se corroendo, se desfazendo.

Eu entendo, tempo, que estou morrendo
Mas ainda sinto uma faísca em meu peito
Eu ainda sinto a brisa do vento
Sei que estou sem tempo,
Mas ainda estou cheio de pensamentos
Sei que cometi muitos erros e continuei vivendo,
Porém, peço desculpas, mas sou humano, vivo aprendendo
Por isso eu te peço, tempo, me dê mais tempo,
Juro para você que serei diferente, eu te prometo.

Quero poder recuperar o que perdi
Quero me despedir de quem se foi e nunca mais vi
Não pretendo desistir de fazer sorrir quem entristeci
Por isso te peço mais uma chance
Lá no fundo sei que não recuperarei o antes,
Mas, ao menos farei valer cada instante
Como palavra, eu te ofereço meu nome
Prometo a você a diferença, juro pelo meu sangue
Não importa se o vento acabar me levando para longe
Eu darei prioridade aos meus sonhos,
Aos amores e brigas de ontem.

Preciso de você, sempre precisei
Você é implacável, e não quero me tornar uma pedra,
Mas, que tal me dar uma chance para que eu cumpra minha meta?
Vamos, tempo, me deixe cumprir minha promessa,
E viver a vida que tanto me detesta?