terça-feira, 19 de setembro de 2017

Contra A Cor

Eu era apaixonado por aquela menina
E eu sei que tínhamos a tal da "química"
Mas era difícil termos uma vida,
A família dela não me queria
O pai dela sentia até agonia
Para complicar mais ainda, a família dela era rica
E, assim como a mãe dela um dia me falou,
Eu era apenas um garoto de esquina,
E sua filha era uma princesa egípcia
O nosso amor era impossível, era o que eu ouvia
Seria realmente importante a diferença entre etnias?

Me lembro quando ela me telefonou, estava chovendo
Ela disse que comigo sonhou, ela me chamou, fui correndo
Apareci na porta da casa dela, a campainha cantou
Seu pai atendeu a porta, me encarou, me expulsou
Disse que eu era um menino de rua,
E que de nada valia o meu "pobre amor"
Disse ainda que tinha desprezo contra a minha cor
O pior foi quando, da escada, ela me olhou
Não escutei uma palavra sair da boca dela
Arrasado fui-me embora, pensando nela.

Sentado no meio-fio, desejei ter outra cor de pele
Ou talvez ser rico e ter melhores vestes
Eu fiquei me sentindo impotente
Não conseguia levantar a cabeça e seguir em frente
Talvez se meu pai não tivesse ido me buscar,
Eu teria dormido ali, sem nem mesmo notar
Aquele dia foi de longe o mais cruel,
Pois eu fiquei totalmente distante
Aquela noite o sono me ignorou, da depressão tornei-me um réu.

No dia seguinte ela me procurou
Em meus olhos ela não me olhou, mas me abraçou
Eu não disse uma palavra, mas ela me implorou
Talvez fui rígido, retirei suas mãos de mim e parti
Ela me seguiu até o corredor principal da escola
Ao puxar meu braço, ela reparou que meus olhos estavam em pedaços
De nada adiantou eu virar o rosto para o outro lado,
Pois ela havia entendido que o meu coração estava machucado
O que eu havia presenciado na noite passada fora insuportável.

Ao voltar da escola aquele dia, eu jamais a vi
Meus pais decidiram que havia chegado o momento para nos mudarmos
Somente hoje eu fui entender que era por conta de trabalho
Em uma nova cidade eu me vi, mas ainda me lembrava daquilo que vivi,
Dos pais da minha paixão me ferindo, e de como fiquei abatido.

Os anos fizeram amadurecer meus pensamentos
Hoje estou bem, vou me preparar para o meu casamento
Após uma grande espera, um novo amor surgiu em um dado momento
E agora me sinto bem, como se o passado fosse um ensinamento
Não esqueci do que sofri, mas agora sei que estou realmente feliz.

Meu celular hoje me chamou
Pensei que era meu amigo que me telefonou
Um número desconhecido me encontrou
Sim, meu passado estava novamente aos meus ouvidos
Confesso que uma certa nostalgia eu estava sentindo
Mas o futuro está ao meu alcance,
Não quero mais isso, prefiro me manter distante.

O pai dela que estava ao telefone
Disse que sua filha, em sonhos, gritava meu nome
E que em lágrimas ele me pediu para perdoar aquele estranho.

Um Príncipe Para Uma Princesa

Ela está fazendo a chuva chorar
Ela está proibindo o Sol de brilhar
Ela está distante, não quer conversar,
Como se nada fosse capaz de animá-la
Farei então uma simples carta.

"Menina, por que choras?
O coração de quem amas te mandou embora?
Fechou-se apenas uma, abra uma nova porta
Aproveite, viva o agora
Vá viver, veja a aurora
Sua juventude está apenas começando
Prometo-te que logo estará se apaixonando
Descanse, amanhã o Sol estará te chamando
Teu celular estará tocando, um novo amor estará te esperando
Não desista da vida por conta de uma ilusão
Ela é tão bela, apenas siga uma nova direção
Se ainda assim não se sentir bem, puxarei sua mão
Eu te levarei ao pé da montanha para veres a imensidão
Esperando que a ilusão não tenha preenchido seu coração
Não chore, garanto que encontrará uma nova paixão
Não se preocupe, não ficaras sozinha, lhe farei companhia
Eu não te quero na solidão, siga a sua vida
Não desista, insista, apenas reflita
Pudera eu ser capaz de ajudá-la por completo,
Mas temo que não tenho esse privilégio
Porém, eu estou aqui para fazê-la sorrir, isso talvez eu vá a conseguir
Sei o quanto está sendo difícil para você o esquecer
Sei o quanto era apaixonada, e o quanto ainda queria dizer
Mas, como a uva e a tempestade, tudo passa
A próxima etapa lhe aguarda".

"Imagine um parque onde exista um laguinho
Imagine que nele há belos cisnes
Imagine um banco de madeira,
E ao lado dele há uma goiabeira
Pois então, segure minha mão, vamos para este parque de diversão
Só nós dois, o céu azul, as águas refletindo a luz
Estarei apenas te acompanhando, apreciando cada detalhe
Olhe para as águas, pule, nade
Expulse a tristeza e deixe que a tranquilidade se espalhe
Não se preocupe, o Sol ainda não irá dormir, ficará até de tarde
Aproveite, role na grama, volte ao seu tempo de criança
Não há ninguém para proibi-la, ninguém para reprimi-la
Apenas eu, um espírito que almeja apenas sua alegria
Olhe para cima, veja os pássaros, sinta a brisa do dia
Não tenha medo de viver, nada que verás é mentira
Não se limite em viver uma vida de monotonia
O parque lhe fará sentir nostalgia dos seus tempos de harmonia
Nas folhas de eucalipto você desejará se deitar
E quando a noite chegar, as estrelas para ti irão brilhar
Mas eu já não estarei contigo, a Lua terá algo para lhe mostrar".

"Dos arbustos de doces, ele surgirá
Lembra-se daquele príncipe de quem tanto sonhará?
Pois então, ele estará lá para te abraçar
E eu estarei sobre as nuvens, esperando que sorria
E assim, eu irei sumir, e só restará vocês, e as estrelas
Façam o que quiserem, e que rosadas fiquem suas bochechas
Por quê um príncipe veio até o parque?
Mas não é evidente? Ele está a tua procura, a princesa
Que és diferente das demais realezas,
Aquelas que se importam apenas com a beleza
Você possuí o coração de uma deusa
Aproveite o parque, e se cuide, desejo que jamais se perca."

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Garota da Lua

Amor igual, eu jamais irei sentir
Tudo muda quando estou perto de você
Talvez acabe rindo de mim,
Mas irei me declarar para que jamais vá a me esquecer
Eu nunca me senti assim
Agora tenho medo de não ser o bastante, e te perder
Você amoleceu meu coração de marfim
Não tenho versos necessários para te dizer
Acredite, estou tremendo sim,
Pois quero que você consiga finalmente me entender
O que passa em meu coração é inexplicável, difícil
Hoje, entretanto, acredito que tudo é possível
E creio que te encontrar, e me apaixonar, já estava escrito
A Lua me prometeu seu sorriso,
Corri o risco, abri meu mundo, e hoje me perco em vício.

Não me vejo mais em monólogo
Seus beijos deixam meus lábios ansiosos
Os carvalhos que vejo em seus olhos
Seu cabelo sedoso,
Os adjetivos que estão comigo são numerosos,
Por isso, continuar seria mais que um alívio,
Pois assim, tudo que guardo comigo será dito.

Quando eu acordava, nada me motivava
Observava as paredes que formavam minha casa
No entanto, quando vejo o Sol se pondo, pego meu telefone
Ao te ligar, escutando você falar, começo a sonhar acordado
Nada me é estranho, sou apenas um simples apaixonado
Quando sinto seu peito no meu, meu coração é abraçado
A única coisa que te peço por meio desse recado,
É que tenha cuidado, meu coração ainda está machucado pelo passado.

Ao amanhecer, sei que te ligarei, querendo lhe ver
Me desculpe, mas desse sentimento não consigo me abster
A saudade que sinto quando você se vai é grande,
Que acaba tornando o vazio algo sufocante
De todas as frases poéticas, hoje lhe direi a que mais gosto
Nossos momentos jamais irão caber em um relógio,
Ou em um conto de amor mitológico,
E para tornar meu amor eterno, lhe farei um texto que será histórico.

Posso continuar escrevendo,
O quanto que essa paixão em meu peito está ardendo
O quanto meu coração acelera quando estou te vendo
Mas tenho medo do tempo, tenho medo que seus sorrisos me deixem
O pensar de ter um mundo sem ti seria o nada, sempre e sempre.

Pareço apenas mais um carente na multidão
Talvez apenas mais uma vítima da ilusão
Mas eu disse ontem, digo hoje e amanhã, não
Quando falei ao teu ouvido que te amo,
Quem disse foi o meu coração
Levarei sua mão ao meu peito,
Para você sentir o que ele está dizendo
Pois é, assim como disse meus amigos, não tenho mais jeito
Fui pego pelo seu olhar meigo, que me fez apaixonar
Posso até pensar em desistir de tudo,
Mas por você, serei melhor que Gengis Khan, e conquistarei o mundo
O darei para ti, só para ti, minha princesa vinda do céu
Armstrong pode ter sido o primeiro a sentir o solo da Lua,
Mas eu fui o sortudo, pois tenho sua ternura

Agora deixe-me escrever apenas mais uma linha, só mais uma.
Te amo, se eu te pegar chorando, em meus braços estarei te colocando
Acalme-se, o meu recado acaba aqui
Agora sonharei com o meu anjo, adeus, estou indo dormir.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Apenas Uma Caminhada

Senhorita, qual o teu destino?
Se importa se eu foste contigo?
Só para não deixá-la sozinha
Aceite então minha companhia
Peço-lhe apenas uma caminhada em volta da pracinha
Desejo apreciar sua voz divina
Observar suas pupilas de cores lindas,
E que tanto me instiga
Não quero que sejas minha,
Só almejo sua alegria.

Deitei-me pensando no amanhecer
Sonhei quando o Sol ainda estava para nascer
Falo-te agora o que imaginei
Se irás acreditar eu já não sei
Estava indagando o que poderia fazer,
Para lhe proporcionar um bem
Talvez dizer um olá, quais problemas tu tens?
Sacrificarei todos os meus bens se necessário
Quero lhe ajudar, sou um voluntário.

Uma andorinha pousou em minha janela outro dia
Disse para mim ajudar uma menina perdida
E, ao olhar para o céu, segui a estrela que hoje já não mais me guia
Ela me trouxe até ti, essa verdadeira Afrodite, obra-prima
Diga-me, prefere Rosas, Margarida, Hortência ou Tulipas?
Se desejar, farei um jardim com todas as cores de minha vida
Dentre elas, vermelha é a minha preferida
Então responda-me, jovenzinha, qual é a sua favorita?
Farei o possível para encontrar belas como as do Jardim do Éden
Cores vivas, feito teus olhos que me aquecem
Por causa disso, quero recompensá-los, eles merecem.

Sua presença me acalma, como uma brisa vinda do mar
Teu olhar que sempre me salva, de uma forma impossível de explicar
A harmonia de sua aura, uma sereia que aprendeu a caminhar
Senhorita, te peço por favor, deixe-me lhe acompanhar
Um minuto perto de ti já valerá,
Pois irei sentir algo que hoje está difícil, paz
E apenas quando você se despede de mim que ela se vai
Meu corpo pressente que ela não voltará jamais,
Porém seus olhos reaparecem e alegria me traz.

Doce meio-dia, estou onde eu queria
Julieta seria apenas uma jovem sem amor,
Pois tu, bela, és a deusa do amor
Romeu carregaria um sentimento de apenas um dia qualquer
Eu estou aqui, um escravo da paixão, farei o que ela quiser.

Assim como o bater das asas de uma borboleta,
Ou o calor de uma vela recém acesa,
Meu amor não morrerá, tenha esta certeza
E, assim como um reino sem sua rainha,
Dizer que rejeita minha pessoa, não verei mais sentido em minha vida.

domingo, 10 de setembro de 2017

Cores Vazias

Deus, olá
Estou lhe chamando pois não tenho com quem conversar
Quero lhe perguntar, por que insiste em me isolar?
Por que todas as sombras que vejo, partem?
Eu escrevo aqui para que meus pensamentos não se matem,
Ou que as más ideias não se instalem
Mas ainda assim, por que não gostas de mim?
Talvez não fui suficiente a igreja,
Talvez me excedi muito em minhas besteiras
Vivo como a letra de uma certa música inglesa
"Lonely Day", para onde vou eu já não mais sei
Estou aqui deitado, meio chateado, refletindo onde foi que eu errei
E este pensamento me persegue, senhor, o que faço?
Minha mente e meu coração estão em pedaços
Hoje desejo voltar para o tempo em que eu era mais um felizardo
Me contento em retornar para um momento sereno,
Pois agora, em um vazio estou vivendo,
Senhor, sabes que não minto, teus próprios olhos estão vendo.

Pobre do padre que escutasse minhas confissões
Elas exigiriam várias seções
Também haveriam de ter, junto aos meus pais, demasiadas reuniões
"Tua criança está com sérias perturbações"
Talvez um anjo caído está me fazendo pensar que estou sozinho
Talvez estou alienado e não estou percebendo isso
Pudera eu ter fé para crer em Cristo
Reflito alguns momentos se realmente sou "útil"
As vezes mais parece que sou estúpido.

Bença, pai, bença, mãe
Prometo a vocês que sairei do meu quarto amanhã de manhã.

Jamais irei contradizer quaisquer religião
Estou apenas divagando essa minha emoção
Não quero gerar discussões ou erros de interpretação
Minha mente fora guiada para a direção contrária
Agora ela está perdida, sentindo-se desnecessária
Talvez seja apenas uma fase "chata"
Talvez passe quando chegar a Páscoa.

Se eu fosse presenteado com uma hora tranquila
Se me fosse permitido um tempo para me sentir livre
Essa jaula não me permiti sentir-me vivo
As correntes do passado me prendem, não sei o que o futuro reserva para mim
Talvez eu deva passar minha vida preso no limbo, até o fim,
Ou que eu acabe fugindo para um vivido jardim
Mas enquanto não me realizo, sigo o que me condiz.

Quero a plenitude de meus sentimentos
Quero saúde, e viver mais bons momentos
Já me basta o martírio que eu já tenho como inquilino
Já me basta esta sensação ilusória de estar sozinho
Pois estes anos todos eu estive olhando apenas um lado da moeda
Talvez eu não possua amigos, e essa pode não ser a meta
Porém, por agora, esta possa ser a rota correta.

Pai, mãe, estou aqui, ouçam seu filho
Não estou abatido, apenas um pouco entristecido
Sairei do quarto hoje a tarde, prometo-lhes isto
Talvez irei a um aniversário, uma festa, ou boate
Talvez eu volte pela madrugada, levarei minhas chaves.

Mãe, pai, não estou bem
Não se preocupem,
De uma forma ou de outra,
O tempo me deixará zen.

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Escute Meu Coração

Eu te amo hoje
Antes mesmo do cacarejar do galo
Até o monologo da coruja à noite
Se fosse um jogo, serias tu a princesa, eu um simples Mário
Em uma fábula você estaria em um castelo mágico
Em uma programação televisiva,
Serias tu a personagem principal de um seriado
Sabes que aqueces todo meu mundo com o teu abraço?
Não minto, eu sinto como tu faz bem ao meu espírito
Quero ser o responsável pelos seus sorrisos
Quero lhe dar palavras mais belas que as nascentes e os rios.

Se eu fosse presenteado com o dom da poesia,
Faria para ti uma dúzia de dedicatórias prometidas
Paixão ganharia um novo significado,
Lhe daria um poema todos os dias
Não lhe faltaria carinho,
Pois teria posse do amor deste rapaz simplesinho
Acredito que não sou o único a admirar teu brilho,
O sol sente inveja de seu calor,
Eis que ele entra em conflito
Pobre estrela que clareia o dia seja onde for.

Eu amo seu toque, amo seus lábios, que me causam choques
Eu amo seu rostinho, ao te vê-la eu simplesmente alucino
Quero te ver, quero sentir seu cheirinho
Quero passar o tempo apreciando teu carinho
Meu desejo é que se apaixone e me aceite em seu coraçãozinho
Amor meu, beija-flor do meu jardim,
Estou sozinho, por favor, venha ficar perto de mim
Não me faça sonhar com seus lábios me dizendo sim
Por favor, venha, não me deixe assim.

Como um mestre de xadrez, você me dominou
Me encanta como se fosse a primeira vez, me conquistou
Sem ao menos saber o que tu fizeste, me capturou
Estou aqui agora, sobre o controle do teu amor
Diga-me para ir até ti, que eu vou
Proíba-me de me apaixonar por outra, e não enxergarei cor
Oh minha linda dama, formosa, cheirosa, corajosa
Farei a ti uma proposta, escute-a
Irei lhe contar, sentindo sua pele sedosa.

Estou pedindo ao vento que avise a minha donzela,
Que estou me imaginando junto a ela, olhando a Lua pela janela
Morro de amor, indago onde você possa estar, quero ir onde você for
Me transformei em um dependente,
Passo a sonhar em tê-la em meus braços novamente
Oh meu amor, eu te amo, ouça-me por favor
Me abrace de novo, me dê um beijo, tu és a minha flor.

Minhas palavras talvez não sejam o bastante para ti, paixão
Mas o que desejo, do fundo do meu coração, é você aqui
Seu sorriso espantará a solidão que agora sinto
Prometo escrever centenas de poemas para alcançar o arco-íris,
Irei dá-lo a ti, e em troca, me dê um abraço ao ar livre.

Amor meu, espero-te acordado
O sono me disse oi, e já não mais me bate
Ah que vontade de lhe dar um beijo apaixonado
Amor meu, permaneço hipnotizado
Amor meu, fico no aguardo, estou no meu quarto.

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Me Preocupo. Por quê?

Aquela que passou aquele ano novo comigo, voltou
E disse algo que me marcou
Será que, depois de tanto tempo, nada em mim mudou?
Disse que sou brincalhão, que não consigo ser sério
Retruquei, falei que o passado se foi, hoje sou mais discreto
Mas fiquei pensativo, relembrando de alguns atos relativos.

Eu já escrevi uma canção quando estava apaixonado
A tristeza foi enorme quando precisei da musa, e fui abandonado
Já disse antes, e direi agora, estou arrependido
Mas o assunto do texto não é sobre isso
Queria saber mesmo por que continuo agindo desta forma
Se eu sempre acabo me encontrando em uma grande montanha rochosa
Isolado de todas as cores da aurora
O que o futuro reserva para mim que eu preciso estar sozinho?
Por conta disso eu fico perdido.

Falando sobre essa tal pessoa,
A situação atual dela não está muito boa
Veio conversar comigo, eu disse que ela podia contar comigo
Eu até acho que isso é um pouco estranho,
Digo, a um certo tempo atrás, nós ficamos envolvidos
Será que estou sendo idiota ao tentar ajudá-la?
Mas não quero abandona-la do jeito que ela está,
E também não irei tirar proveito da fragilidade que sobre ela paira
Espero que ela saiba que minhas intenções são sinceras, que desejo o bem dela,
Que só quero que ela melhore, e que tenha uma vida longa e bela.

Só espero que, quando reproduzir o filme da minha vida,
Eu olhe alegre, seja de lá baixo, ou lá em cima
Que eu sinta que a missão que eu criei,
Fora muito bem comprida.

Quando ela conversa comigo, pergunta como eu estou
Às vezes eu minto, em outras eu digo
Não conto a verdade por não querer receber caridade
Pois se estou sozinho, as pessoas tendem a conversar "por dó"
Mas se ela estiver se sentindo sozinha, eu disse para me chamar que eu ia
Só espero que ela não pense que desejo algo a mais do que devia, não a quero só
Quero apenas que ela sorria, o que é bem difícil
Ela é linda, mas triste eu não gosto
Como se apagasse os raios do dia,
Ela fica muito sem vida.

Algumas pessoas até podem pensar que é apenas um plano
Que na verdade eu estou interessado
Mas eu já não mais a amo
Porém, eu também não quero vê-la em pedaços
Quero que ela volte a usar aquelas roupas distraídas, ou aquele salto
Não quero que ela continue com esse estado amargo.

Eu não sei se é errado escrever aqui sobre ela, talvez, depende
Não sei se estou dando tudo de mim, parece que não importa o quanto eu tente,
Não parece haver diferença, não é o suficiente
Eu disse para mim mesmo que eu tentaria mudar
Passar a preocupar mais comigo, mas acho que isso não vai ser possível
Talvez eu esteja mentindo para mim mesmo,
Talvez eu ainda goste dela, pelo menos de algum jeito
Talvez eu não me cuide por que me arrependo do que me tornei
Um escravo de sentimentos, um escravo da saudade, dos momentos
Mesmo com essas dúvidas, ainda quero ajudá-la, eu acho
Mesmo que ela fale que o namoro dela está indo por água abaixo
Não sei se dizer que, "-Estou aqui se precisar", estará "enchendo o saco"
Talvez eu devesse me afastar, respeitar o seu espaço
Mas e o medo dela ir ao encontro da morte e dar-lhe um abraço?